Felipe Queriquelli



Nasci na roça, vivo no mar e gosto da vida como ela é, altos e baixos, sombras e luzes.

Na realidade não sei lhe dizer em que momento a fotografia me fisgou. Sempre vislumbrei o mundo muito através de imagens. Uma pintura, a arquitetura dos prédios, monumentos, estátuas, filmes e desenhos sempre foram como letras num caderno pra mim, um livro talvez. Era um contato rápido e a compreensão acontecia quase que por osmose.

Posteriormente, me formei no curso de Direção de Fotografia na Escola de Cinema Metroscreen, em Sydney - Australia. Foi ótimo, mas sobre tudo, observar a vida todos os dias, compreender os movimentos dos astros e da lua, entender os horários e as luzes, a postura das pessoas e como movê-las, compreender os volumes das coisas e suas arestas tornam-se os grandes desafios. Enfim, a fotografia me levou a cuidar mais da vida ou a vida me deu de presente a fotografia. Quem sabe sejam as duas coisas?